O amor do Leleco

Cartas de amor, declarações e fotos, para a única mulher que amei na vida. Te Amo, Dani!!!

Eu sou:Leleco
Estou aqui: Rio de Janeiro, RJ, Brasil

sábado, junho 27, 2009

A volta do Regresso

Bom, depois de um período de reclusão, eis-me de volta.

O Mundo da música perdeu mais do que um ídolo, mas um ícone de várias gerações. Uma figura cuja obra artística é única, mas com uma vida pessoal conturbada, cheias de denúncias e esquisitices das mais diversas.

Prefiro ficar com a imagem artística dele, que era impecável. E apesar da figura pessoal atribulada, ele mostrava ser um ser humano educado e muito delicado. Nunca soube notícias de gestos grotescos com quem quer que seja.

Guardo as lembranças da minha infância, na qual colecionava fitas cassetes e LP's, e tentava imitar seus passos de dança. Lembro também da jaqueta vermelha acima, que era o sonho de consumo de 99 entre 100 garotos na época. Fico me perguntando: Quem na época nunca tentou imitá-lo?

Michael já era um mito em vida, e agora eternizou sua arte, que nunca será esquecida. Que descanse em paz, e poderá fazer o moonwalk lá em cima...

sexta-feira, fevereiro 20, 2009

Mulheres e seus monólogos...

domingo, fevereiro 01, 2009

Gato pianista

Quando vi isso, não acreditei, mas achei que valeu à pena colocar num post.
video

sábado, janeiro 03, 2009

Para de aparar o pelo, para que eles cresçam fortes, pelo bulbo capilar

Não sei o que tinha na cabeça dos idealizadores da reforma ortográfica da língua portuguesa. O que já era meio confuso para certas pessoas, tornou-se um quebra-cabeças.

Eis o objetivo divulgado da tramóia:
"A intenção da reforma ortográfica, promovida pelos países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), é acabar com a diferença na grafia das palavras entre países lusófonos, tornando a escrita do português do Brasil a mesma dos outros países integrantes da CPLP. Outro fator que motivou a unificação foi a necessidade de expandir a cooperação comercial e cultural entres os membros da Comunidade. Além do Brasil, Portugal, Timor Leste, Cabo Verde, Angola Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Macau (província administrativa que pertence à China, mas que tem o português como a língua oficial) fazem parte da CPLP e, obviamente, irão introduzir as novas regras adotadas no acordo."

Bom, agora eu me pergunto: Pra que isso, cara pálida?

Acho que os intelectuais deste país estão cada vez mais malucos. O título deste post já mostra o quanto o povo brasileiro, que em sua maioria é analfabeto funcional, vai se confundir com esta mudança.

Retiraram acentos diferenciais. Algo que não influencia na forma como falamos, mas diretamente na forma de escrever, e de ler.

"Eu me apoio no apoio que eles me dão." Sem sentido? Que nada, retiraram o acento que existia, e o que antes era "apóio", agora é "apoio", assim como "jibóia" se tranforma em "Jiboia".

Bom, o que antes era fácil de compreender, agora tornou-se algo complicado. Veja a frase abaixo:

"Para de aparar o pelo. Pela só mais um pouco, pela última vez"

Fica fácil de entender falando, mas ao ler esta frase, fica sem sentido. Esta mesma frase, antes da mudança, se escrevia assim:

"Pára de aparar o pêlo. Péla só mais um pouco, pela última vez"

Para o nosso "querido" presidente, isso não quer dizer nada, pois ele não é conhecido pela inteligência e sagacidade.

Quer dizer que o país quer fazer um intercâmbio cultural, né? Realmente souberam escolher países com culturas ricas, como Timor Leste, Cabo Verde, Angola Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Macau.

Nada contra estes países, mas a reforma ortográfica nada mais é, na minha opinião, do que um retrocesso sem tamanho.

Mas nada é feito por acaso, e isso nada mais é do que algo lucrativo para a ABL, para as editoras, que irão se fartar de vender livros e gramáticas, além do próprio governo.

O objetivo que transcrevi no post, nada mais é como um pretexto para encobrir a grande finalidade da reforma: LUCRO.

Era só isso que faltava mesmo acontecer. Uma mudança que ninguém pediu, e que não irá trazer nenhum benefício à população, e sim às grandes editoras, e demais interessados.

sábado, dezembro 27, 2008

Gato Ninja

Depois de uma pausa do Blog devido aos estudos, volto com um vídeo muito legal. Acho admirável a destreza dos gatos e a sua curiosidade.

segunda-feira, novembro 10, 2008

Obama Pan

Sempre desconfiei que veria aquela figura do antigo Cigarrinho de chocolate Pan novamente.


Eis que fui alertado pela internet sobre a semelhança do Barack Obama com o garotinho "fumante" da embalagem.


Agora fica a dúvida de quem seria o outro "fumante" da embalagem antiga.


Algum palpite?

sábado, outubro 11, 2008

Anjinho do Céu

Tenho certeza que se existe mesmo um céu, tem uma criaturinha que tenho certeza que está por lá, correndo livre pelos campos, brincando com o "mamão", gatinhos de borracha e bolas.


Toffy era mais do que um cão. Era humano. Mais humano do que muita gente que esbarramos pelas ruas. Desde que ele pintou em nossas vidas, surgiu com um olhar terno e meigo que só ele foi capaz de transmitir.


Lembro que sempre quando eu estava triste, sentado num banco de concreto, lá vinha ele, ficava ao meu lado, quietinho, me olhando, passando todo carinho no olhar, compreendendo o momento que estava passando.




Mas bastava pegar o "mamão"(uma bola que parecia de fato um mamão), para alegrá-lo e fazê-lo dar piruetas no ar. Lá vinha ele com o mamão na boca, dando a volta olímpica triunfal na Tuia.




Adorava brinquedos. Ainda mais os que apitavam. Era só dar o bichinho de borracha, que ele levava para sua casinha e ficava apitando ininterruptamente. Só largava quando era mostrado outro brinquedinho.

Nunca vi um cachorro tão inteligente. Quando demoravam pra fazer a caminha dele, ele mesmo puxava seu paninho com as patas, esticava e deitava em cima. Nunca deu trabalho para nada.

Ele era um comilão, mas tinha bom gosto. Não comia nem alface pura. Só com azeite ou molhinho. Para dar remedinho era uma tortura, pois bastava colocar o dito num pedaço de banana, para ele comer a banana e cuspir fora o comprimido. Fazia o mesmo com o caroço e azeitona.

Poderia aqui ficar horas só lembrando das mil peripécias dessa criaturinha linda e carinhosa. É incrível como a saudade nos faz sofrer. Foi mais do que um parente, foi como um filho querido e amado, que eu nunca irei esquecer, por toda minha vida.

Foram 15 anos de alegria, de amor e de carinho. Uma época que nunca irei esquecer.


Toffy, você foi o cão mais amado e querido deste mundo. E para onde quer que eu vá nessa vida, levarei o amor incondicional que você soube sempre demonstrar. Saudades eternas.